Tradução: “Lar é...”, de Sophia Cantave:

Um ensaio autobiográfico sobre a diáspora haitiana nos Estados Unidos

Autores

Palavras-chave:

diáspora haitiana, escritoras haitianas, mulheres haitianas, diáspora

Resumo

O objetivo desta tradução é fomentar o acesso a obras de escritoras haitianas, neste caso, que escrevem a partir de sua experiência em diáspora. O ensaio escolhido é de Sophia Cantave, escritora haitiana e professora residente nos Estados Unidos. A obra forma parte de um livro de poemas e ensaios intitulado “Butterfly’s Way: Voices From the Haitian Dyaspora in the United States”, organizado pela renomada escritora haitiana Edwige Danticat. As autoras abordam a questão da identidade em diáspora atravessada pelas relações cotidianas e no texto de Cantave, intermediada pela língua e pela linguagem.

Biografia do Autor

Camila Rodrigues Francisco, PUC-SP

Camila Rodrigues Francisco é doutoranda em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e membra do Coletivo de Pesquisadoras e Pesquisadores Negros Neusa Santos.

E-mail:cfmilarodrigues@gmail.com

Referências

CANTAVE, Sophia. Home is… In: DANTICAT, Edwige. Butterfly's Way: Voices From the Haitian Dyaspora in the United States. New York: Soho Press. n.p. Edição do Kindle, 2001.

COSTA, Tácito. "Entrevista com a escritora Edwidge Danticat". Substantivo Plural (site). 2010. Disponível em: <http://substantivoplural.com.br/entrevista-com-edwige-danticat/>. Acesso em: 08 mar 2021.

FRANCISCO, Camila Rodrigues. Trajetórias em diáspora: a experiência de estudantes haitianas de Belo Horizonte. Dissertação (Mestrado em Psicologia), Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2019.

HARRIS, Leila Assumpção. História e memória na literatura diaspórica de Edwidge Danticat. In: HARRIS, Leila Assumpção. (Org.) A Voz e o Olhar do Outro. Vol. 2. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2010.

SANTOS, Lorena Sales dos. Crescer nas Margens: Diáspora, Migração e Movimento nas Obras de Conceição Evaristo, Edwidge Danticat e Jamaica Kincaid. Tese (Doutorado em Literatura), Universidade de Brasília, 2015.

WILLIAMS, James. Pós-estruturalismo. Tradução de Caio Liudvig. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

Downloads

Publicado

26/10/2021

Como Citar

RODRIGUES FRANCISCO, C. Tradução: “Lar é...”, de Sophia Cantave:: Um ensaio autobiográfico sobre a diáspora haitiana nos Estados Unidos. Revista Trilhos, Santo Amaro, Bahia, v. 2, n. 1, p. 86-97, 2021. Disponível em: https://revistatrilhos.com/home/index.php/trilhos/article/view/40. Acesso em: 3 dez. 2021.

Edição

Seção

Dossiê Mobilidades, Controle e Resistência: Jornadas e Inclusões Diferenciadas.
Recebido em: 01/04/2021
Aceito em: 14/06/2021
Publicado em: 26/10/2021